Tudo sobre isomeria! Divirtam-se!

Tá mal de isomeria? Pequena aula para quem tem, digamos, dificuldades… (aqui vai um resuminho de tudo sobre isomeria que a gente estudou até agora. Não é grande coisa, mas pode ajudar quem está meio perdidão…)

http://web.ccead.puc-rio.br/condigital/video/ai%20tem%20quimica/quimica%20organica/isomeria/video%20para%20web/video.html

ISOMERIA ÓPTICA

Dextrógiro? Levógiro? Veja se ajuda a entender!

http://www.youtube.com/watch?v=ClLlvpJ2Q24

http://wps.prenhall.com/br_brown_quimica_9/28/7344/1880154.cw/index.html

(capítulo 24 / recusos visuais / atividade ótica)

Mais um:

http://www.youtube.com/watch?v=3WZZXPOsPNI&feature=related

Esse aqui embaixo é o meu preferido! Que belo sotaque!

http://www.youtube.com/watch?v=uD9j3nbaHsE

Se vc fala inglês, uma aula completa: http://www.youtube.com/watch?v=4-4K5OJv3ik&feature=related

No site da coleção “Planeta Química” tem muita coisa sobre isomeria:

http://sites.aticascipione.com.br/planetaquimica/simuladores.aspx

O texto abaixo foi extraído da coleção “Planeta Química”, a melhor coleção de Química de todos os tempos. E dos autores mais humildes também.

Note a sutil diferença entre fazer faculdade de Medicina e “faculdade de Medicina”… o diagnóstico correto.

Gêmeas deixam a cama após 24 anos inertes

Era o início dos anos 80 quando as gêmeas Ana Maria e Mariana Castro Beviláqua, de Manaus (AM), então com dois anos, submergiram em um estado de letargia depois de uma forte febre seguida de convulsão. Parecia não haver esperança, já que os médicos afirmavam que elas sofriam de paralisia cerebral. Duas décadas depois veio o diagnóstico correto: síndrome de Segawa, doença de sintomas semelhantes ao da paralisia, mas que pode ser controlada pelo medicamento l-dopa (“l” de levógiro), usado também no combate aos sintomas do Mal de Parkinson. Graças ao remédio, as gêmeas, vinte anos depois, recuperaram os movimentos e agora levam vida normal.

No cérebro, a l-dopa é convertida em dopamina, um neurotransmissor — substância essencial para a transmissão dos impulsos nervosos.

Sem dopamina, a condução do impulso nervoso cessa, prejudicando as funções musculares.

L-dopa e d-dopa constituem um par de enantiômeros. Mariana é o espelho de Ana. D-dopa é o espelho da l-dopa. Mariana e Ana são gêmeas, mas são pessoas diferentes. D-dopa e l-dopa são como as gêmeas — parecidas, mas são moléculas diferentes. Como em nosso organismo existem receptores biológicos altamente seletivos para essas diferentes moléculas, seus efeitos não deverão ser iguais. Enquanto a l-dopa é capaz de agir no cérebro de modo a produzir a dopamina, a d-dopa é bem menos eficaz e mais tóxica. Tanto que só a primeira foi capaz de devolver a vida às duas irmãs do Amazonas.

 

Legenda:

Foram 24 anos deitadas numa cama sem falar nem fazer movimentos com as pernas e os braços. As duas não viram passar seis presidentes, o fim do comunismo nem a revolução on-line. Mas, agora, as gêmeas voltaram a ter uma vida quase normal. Frequentam a escola e estão sendo alfabetizadas.(…)

O efeito da medicação no organismo de Mariana começou a dar resultados no dia 10 de junho de 2003. Ela disse que tomava os remédios, doados por uma amiga da família, havia quatro meses. Ana Maria disse que ficava emocionada ao ver a irmã se movimentando e falando. Ela conseguiu sair da cama sozinha no dia 6 de julho de 2003.

 

 

 

 

About these ads

Sobre lulaquimico

chemistry teacher
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s